Ações e Fundos Imobiliários — Entenda As Principais Diferenças

Ações e Fundos Imobiliários — Entenda As Principais Diferenças

Se você é iniciante no mundo dos investimentos, provavelmente já se perguntou quais são as grandes diferenças entre ações e fundos imobiliários. E mais importante: qual é melhor para investir. 

Hoje vamos explicar o assunto de forma direta, para que você já possa saber por onde começar a montar a sua carteira de investimentos. 

Diferenças entre ações e fundos imobiliários

Antes de tudo, não confunda ações com fundos de ações. São coisas diferentes e hoje falaremos exclusivamente sobre ações: as diferenças entre elas e fundos imobiliários, que além das suas características, carregam vantagens e desvantagens dependendo do objetivo do investidor. Veja só:

Ações

Ações nada mais são do que papéis de empresas. Existem diversos tipos delas, mas de forma geral o que você precisa saber é que, ao comprar uma ação você está comprando uma parte de uma empresa. A partir do momento em que você compra uma ação, você se torna sócio da companhia.

 Fundos imobiliários

Imagine uma caixa com diversos pedaços de variados  contratos imobiliários. Quando você investe em um fundo imobiliário (FII) está se tornando dono de um pedaço (cota) de cada um desses contratos. Ou seja, você vira dono de parte de um ou mais imóveis.

Embora soe bastante diferente das ações, o principal fato que pode confundir alguém, levando a se perguntar a diferença entre ações e fundos imobiliários, é que ambos são negociados na Bolsa de Valores. 

Ações X Fundos Imobiliários: qual é melhor?

Já respondendo sua dúvida: não há melhor ou pior no mundo dos investimentos. O que tem é o melhor tipo de investimento para o seu perfil, objetivos e poder aquisitivo. Mas, para quem está dando os primeiros passos, é importante entender que o fundo imobiliário é mais interessante para investidores que estão mirando em renda mensal.

Ademais, veja as vantagens e desvantagens de cada um.

Vantagens do fundo imobiliário

  • tem maior previsibilidade de retorno;
  • em relação aos imóveis físicos, é mais diversificado;
  • grande liquidez;
  • é isento do Imposto de Renda;
  • menos volátil do que ações.

Desvantagens do fundo imobiliário

  • liquidez menor, se comparada com a liquidez das ações;
  • exige uma maior atenção em relação a desvalorização do mercado de imóveis e risco de vacância;
  • não são isentos de imposto na venda de cotas (neste processo são tributadas com alíquota de 20% sobre o lucro);
  • por ser menos volátil, não gera tanto retorno a longo prazo como as ações.

Vantagens das ações

  • grande potencial de valorização (se comparado ao de fundo imobiliário);
  • alto rendimento e maior lucro a longo prazo – em comparação ao fundo imobiliário;
  • também possuem isenção no pagamento de Imposto de Renda, no caso de operações no mercado à vista (mas apenas para vendas mensais com valor menor de  R$20 mil);

Desvantagens das ações

  • maior volatilidade e, consequentemente, mais risco;
  • exigem maior conhecimento técnico para investir da melhor maneira possível;
  • maior dificuldade de venda, no caso dos ativos perderem muito seu valor.

Já compreendeu melhor as diferenças entre ações e fundos imobiliários? Dê continuidade no seu entendimento do mercado e confira o artigo Melhores Investimentos para 2021, afinal ainda dá tempo de começar uma boa carteira de investimentos! 

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *