Papéis e Trilhas de Carreira no mercado financeiro

Papéis e Trilhas de Carreira no mercado financeiro

O assessor de investimentos é um profissional de extrema importância. Porém, o mercado financeiro é amplo e agrega diversos profissionais. Cada um deles com diferentes funções e atividades. Para ajudar você a entender, vamos apresentar abaixo as principais delas.

Assessor de Investimentos (AAI)

Também chamado de Agente Autônomo de Investimentos, é o profissional que está em contato direto com o cliente. É ele quem fará a ponte entre os produtos disponibilizados na plataforma, informações sobre o mercado financeiro e como tudo isso se encaixa no planejamento patrimonial do seu cliente.

Efetivamente, a principal função do assessor é ajudar o seu cliente a investir melhor, de forma mais inteligente, considerando fatos e informações que se o cliente realizasse os investimentos sozinho, provavelmente não teria à sua disposição. Ou seja: o assessor ajuda seus clientes a conquistar seus sonhos e projetos de vida.

Responsável por explicar ao cliente o funcionamento do mercado financeiro e dos produtos disponíveis para cada perfil de investidor. O assessor conhece as regras do mercado financeiro e deve dar ao cliente informações sobre o risco x retorno de cada tipo de aplicação financeira. Este profissional recebe e transmite ordens de seus clientes. Não toma nenhum tipo de decisão pelo cliente.

Leia também: A importância do assessor de investimentos em momentos de crise

É considerada a profissão do futuro, pois oferece flexibilidade e oportunidade de empreender, além de oportunizar excelentes ganhos financeiros. A mudança de postura de investidores (retirando seu patrimônio dos bancos tradicionais para aplicar em corretoras que oferecem diversas vantagens) também faz com que o papel do AAI ganhe cada vez mais destaque.

O assessor de investimentos deve ser certificado pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (ANCORD) e é remunerado por comissão sobre os produtos distribuídos, estabelecidas pelas corretoras de investimentos..

Analista

É quem avalia os investimentos. Pode fazer recomendações, elaborar gráficos e relatórios para clientes ou para assessores. As informações passadas pelos analistas podem servir de guia para os investidores, pois o Analista acompanha o mercado financeiro atentamente, observando os balanços divulgados pelas empresas e o horizonte dos setores para realizarem projeções do preço-justo de um papel e, comparando-o com a cotação atual, fazem recomendações de compra, venda ou manutenção dos ativos.

Há dois tipos de analistas: técnico e fundamentalista. O primeiro costuma focar em curto prazo, analisando gráficos de cotações. O segundo leva em conta outros fatores, como o histórico das empresas e foca no longo prazo.

Para se tornar um analista é preciso obter o Certificado Nacional do Profissional de Investimento (CNPI) e sua remuneração normalmente agrega um salário fixo e bonificação.

Gestor

Profissional responsável por administrar a carteira de valores mobiliários (por exemplo, carteiras administradas e fundos de investimentos)

É o gestor que administra e decide onde será aplicado e diversificado o dinheiro de acordo com a política do fundo em que atua, ou do cliente, em caso de Carteira Administrada (administração da carteira de investimentos de forma direta). Ele possui autorização para efetuar a compra e venda de títulos (tomada de decisão) em nome do cliente.

Para ser um Gestor de Investimentos é necessário obter a Certificação de Gestores da Anbima (CGA) e sua remuneração acontece de acordo com as taxas de administração e performance do fundo ou carteira administrados.

Consultor

Também conhecido pelo termo advisor, o consultor é um profissional contratado para realizar uma planejamentos e recomendações sobre os investimentos e patrimônio dos clientes. Ele deve orientar os clientes sobre os ativos disponíveis no mercado e elaborar estratégias para beneficiar seus contratantes, seja melhorando sua carteira ou até mesmo realizando otimização fiscal.

Normalmente o Consultor cobra uma taxa sobre o patrimônio do cliente. Para realizar essa atividade são aceitas as seguintes certificações: CEA, CFP, CGA, CNPI e CFA.

Conclusão

Agora que você já conhece as principais atividades, que tal ingressar no mercado financeiro e fazer parte dessa realidade que só cresce? 

Se você quer trabalhar na profissão do futuro e desenvolver sua energia empreendedora com o suporte de um dos maiores escritórios credenciados à XP Investimentos, cadastre-se aqui para fazer parte do Time Zahl.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *