Buy and hold de Ações: o que é e quando vale a pena usar?

Buy and hold de Ações: o que é e quando vale a pena usar?

Uma característica marcante da renda variável é a volatilidade. Por conta dela, não é possível ter certeza de como um ativo se comportará ao longo do tempo. No entanto, isso não significa que você não possa aumentar suas chances de tomar boas decisões.

É possível fazer uma análise cuidadosa de uma Ação e tomar decisões baseadas na estratégia buy and hold. Ela serve para quem tem objetivos de longo prazo e está disposto a aguardar a maturação dos investimentos.

Quer saber do que se trata a estratégia buy and hold e como aplicá-la nos seus investimentos? Continue lendo para conferir as informações que separamos para você!

O que é buy and hold de Ações?

Ao comprar Ações, há pessoas que visam obter lucro no curto prazo a partir de especulação. Nesse caso, o foco dos especuladores está na oscilação de preços da bolsa, e não na qualidade das companhias. Afinal, o intuito não é se manter sócio da empresa.

Por outro lado, muitos investidores têm objetivos de longo prazo, o que pode tornar o buy and hold a estratégia mais interessante. Nesse caso, para investir, é preciso encontrar empresas sólidas, que apresentam boas perspectivas mesmo para um futuro mais distante.

Mas o que esse termo indica? A palavra inglesa buy significa comprar, e hold quer dizer segurar. Na estratégia buy and hold, portanto, o investidor compra Ações e as mantém na carteira por tempo indeterminado. Há investidores, inclusive, que seguem com os papéis por décadas.

Um deles é Warren Buffett, um dos investidores e empresários mais famosos e bem-sucedidos do mundo. Sabia que ele tem Ações da American Express desde a década de 1960 e da Coca-Cola desde os anos 1980?

Ele poderia ter vendido essas Ações depois de algum tempo para consolidar lucros interessantes. No entanto, o buy and hold envolve uma mentalidade de sócio. Desse modo, o acionista continua participando da empresa enquanto faz sentido para sua estratégia.

Outro grande investidor que tem um modo de pensar parecido é Luiz Barsi. Ele é a pessoa física com maior patrimônio investido em companhias listadas na B3. Para ele, quem investe deve ser parceiro da empresa e mantê-la na carteira por um longo prazo.

Como funciona o buy and hold?

Agora que você já entendeu o significado de buy and hold, deve estar querendo entender melhor o funcionamento da estratégia, não é? Em primeiro lugar, é preciso saber como se dá a escolha por Ações que ficarão na sua carteira por bastante tempo.

O investimento em Ações no buy and hold demanda critérios claros. Logo, não significa adquirir papéis de empresas sem uma seleção cuidadosa. Por isso, um conceito essencial é o de análise fundamentalista.

Saiba mais!

Análise fundamentalista

Essa ferramenta envolve analisar a fundo a saúde financeira e organizacional da companhia para identificar se ela é sólida. Desse modo, é possível entender se ela tem potencial para prosperar de forma resiliente ao longo do tempo.

Assim, a análise fundamentalista significa analisar indicadores financeiros e qualitativos que oferecem dados sobre a situação da companhia. Se você ainda não ouviu falar desses indicadores fundamentalistas, alguns exemplos podem ser de ajuda para que entenda melhor o assunto.

Um deles é o ROE (return on equity, ou retorno sobre o patrimônio líquido). Ele mostra quanto lucro o patrimônio líquido da empresa está gerando. Outro indicador importante é o DY (dividend yield). Ele indica quanto a companhia distribuiu como dividendos nos últimos 12 meses.

Além desses, existem muitos outros indicadores que fazem parte da análise fundamentalista. Inclusive, uma análise cuidadosa vai além da empresa. Avalia também fatores macroeconômicos, como a inflação, a taxa Selic e a cotação do dólar, que podem impactar um negócio.

Depois de escolher uma empresa e comprar suas Ações, é recomendado reavaliar os fundamentos dela quando necessário. Se a situação mudar e a companhia não apresentar mais os fundamentos que interessam ao investidor, ele pode decidir pela venda.

Quando o buy and hold vale a pena?

Depois de conhecer mais a fundo o buy and hold, talvez você queira entender melhor se essa estratégia vale a pena no seu caso. Em primeiro lugar, é preciso entender se a bolsa está adequada ao seu perfil de investidor. Seus riscos são mais condizentes com pessoas moderadas e arrojadas.

Também é essencial definir objetivos. Por exemplo, será que sua intenção é obter uma renda passiva? Está pensando em acumular patrimônio para a sua aposentadoria? Ou você quer juntar dinheiro para trocar o carro no ano que vem?

Seus objetivos podem ser os mais diversos, e o buy and hold talvez não seja adequado para alguns deles. Pense no último exemplo que demos — trocar o carro daqui a menos de um ano. É preciso lembrar que a bolsa envolve grande volatilidade.

Assim, no curto prazo a chance de ter prejuízo é maior. Também vale considerar que as Ações podem não passar por valorização interessante nesse período. Logo, o investimento pode não ser o mais adequado para objetivos mais breves.

Por outro lado, ele se adequa melhor para quem tem uma visão de longo prazo, disposto a acompanhar a maturação das empresas. Logo, para escolher sua estratégia é preciso considerar seu perfil e objetivos.

Como empregar o buy and hold de maneira adequada?

Para aplicar o buy and hold nos seus investimentos, lembre-se de que a diversificação é essencial. Mesmo encontrando uma excelente companhia, não é indicado investir todo o seu dinheiro apenas nas Ações dela. Nesse caso, você estaria aumentando o risco da carteira.

O ideal é fazer uma seleção de diversas empresas. Dessa forma, se uma ou algumas das Ações do seu portfólio não tiverem um bom desempenho, as outras poderão equilibrar a performance geral. Isso pode reduzir riscos e perdas.

Por fim, lembre-se da relevância da análise fundamentalista. É ela que mostrará a você empresas em que pode valer a pena investir. Quando necessário, reavalie também a sua carteira para verificar se as Ações continuam com bons fundamentos.

Como vimos, o buy and hold é uma estratégia de investimento que pode ajudar a atingir seus objetivos de longo prazo. Naturalmente, ele requer paciência, uma vez que a intenção não é consolidar lucros com rapidez. Por isso, considere se essa é a melhor estratégia para o seu caso!

Gostou de conhecer a estratégia buy and hold? Quer contar com suporte qualificado para aumentar as chances de sucesso nos seus investimentos? Entre em contato com a Zahl para falar com os nossos assessores!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *