Como escolher os melhores investimentos do mercado?

Como escolher os melhores investimentos do mercado?

A curiosidade de encontrar o melhor — ou os melhores — investimento do mercado financeiro é algo que ocupa a mente de muitos investidores. Sejam novatos ou já experientes, quem não gostaria de encontrar a opção ideal para impulsionar seu patrimônio?

A verdade é que não é possível eleger um investimento perfeito, pois isso depende de diversos critérios – que são pessoais. Ou seja, as alternativas ideais para você podem ser bem diferentes daquelas que outras pessoas procuram.

Então, seria inviável encontrar o melhor para a sua carteira? A resposta é não. Você pode sim tomar as melhores decisões ao analisar o que deseja e o que cada ativo oferece – e encontrar os melhores investimentos para você.

Continue a leitura e acompanhe algumas dicas para fazer boas escolhas no mercado!

Avaliar seu perfil e tolerância a riscos

A busca pelo investimento ideal passa, primeiro, pelo autoconhecimento. Afinal, como saber o que é melhor para você sem identificar quais são os seus desejos em relação ao mercado? As melhores escolhas serão aquelas que atendem às suas necessidades.

Nesse sentido, um conhecimento indispensável para montar uma carteira eficaz é saber o seu perfil de investidor. É ele que evidenciará sua tolerância aos riscos e, consequentemente, guiará suas escolhas entre a renda fixa e a renda variável.

Os perfis podem ser: conservador, moderado e agressivo. Eles apresentam nível crescente de abertura aos riscos — e apetite por rentabilidade. Ou seja, o primeiro grupo reúne investidores que focam na segurança, e não tanto nos rendimentos.

O segundo busca equilibrar os dois aspectos, procurando retornos mais significativos ao aumentar sua exposição ao risco. Já os investidores agressivos são aqueles cujo foco está na rentabilidade, e não na segurança.

Mas por que há essa relação inversa entre segurança e rentabilidade? De modo geral, o mercado financeiro funciona pela lógica de que investimentos de maior risco trazem oportunidades (mas não garantias) de retornos maiores.

Definir objetivos

Além de conhecer o seu perfil de investidor e identificar sua abertura ao risco, outro critério que você precisa ter em mente para escolher os melhores investimentos do mercado para a sua carteira é a definição dos seus objetivos.

Vale lembrar que o mercado financeiro é bastante dinâmico — o que significa que existem opções para todos os seus planos. Logo, a tarefa é identificá-los e buscar os ativos que combinem com cada objetivo e o seu respectivo prazo.

Por exemplo, as melhores aplicações para reserva de emergência provavelmente serão diferentes das ideais para o projeto de comprar um carro ou para o objetivo de obter renda passiva e conquistar a independência financeira.

Percebe como cada meta gera particularidades que influenciam as escolhas dos investimentos? A reserva de emergência precisa ser aportada em uma aplicação segura e estável, com alta liquidez. Já para independência financeira, é interessante que se busque rendimentos mais atrativos.

A partir de agora, você pode se perguntar, ao pensar em escolher os melhores investimentos: estas alternativas são as melhores para qual perfil de investidor e para quais objetivos? Certamente, ficará mais fácil tomar decisões mais assertivas.

Conhecer os investimentos disponíveis

O terceiro passo pela busca das alternativas ideais para o seu caso passa, claro, pelo conhecimento dos investimentos que estão disponíveis. Do contrário, ficaria difícil escolher as melhores opções sem saber o que o mercado oferece.

Existem várias formas de identificar os investimentos. É possível, por exemplo, pesquisar o assunto para descobrir os ativos disponíveis no mercado. Outro caminho é conferir a plataforma da sua corretora de valores para verificar os produtos de renda fixa e os ativos de renda variável disponíveis para aplicação.

Uma maneira de economizar tempo e esforço é contar com uma assessoria de investimentos. Trata-se de um serviço gratuito, ligada à sua corretora de valores, que tem o objetivo de lhe ajudar a tomar as melhores decisões de investimento.

Desse modo, é possível compartilhar com seu assessor as informações sobre seu perfil e seus objetivos e deixar que ele apresente as alternativas que podem ser úteis para realização de cada projeto. É uma forma de se certificar que tem todo o conhecimento necessário para tomar uma decisão muito mais sólida ao investir.

Analisar o tripé de investimentos

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre como avaliar determinado investimento. Uma boa técnica é observar o tripé: liquidez, risco e rentabilidade. As três características estão em relação próxima e influenciam bastante os resultados da sua carteira.

A liquidez diz respeito à facilidade e rapidez com a qual você pode ter o dinheiro de volta em caso de necessidade. Algumas aplicações apresentam liquidez alta (podendo ser até mesmo diária), enquanto outras só permitem resgates no dia do vencimento.

A rentabilidade dispensa apresentações. Ela diz respeito ao resultado financeiro que você obtém com o investimento. E, como falamos, está relacionada ao risco — característica que precisa ser muito bem avaliada.

Infelizmente, há investidores que tomam decisões por impulso – esperando rendimentos interessantes, mas esquecem de avaliar os riscos e a liquidez. Assim, podem acabar tendo prejuízo por não pensarem com cuidado em todas as variáveis.

Ter uma estratégia de análise

Além de refletir sobre o tripé dos investimentos, é importante que você tenha uma estratégia definida de análise — especialmente se realiza operações na renda variável. Na bolsa, a avaliação dos investimentos é ainda mais complexa.

Não é suficiente, por exemplo, conhecer os riscos e a liquidez das ações enquanto um conjunto de ativos. É preciso, ainda, saber analisar cada empresa – pois o comportamento dos papéis depende de uma série de questões.

Duas estratégias principais para negociações na renda variável são a análise técnica e a análise fundamentalista. A primeira é mais utilizada por especuladores e tem o intuito de ajudar a perceber oportunidades nas oscilações dos preços de ações no curto prazo.

Por sua vez, a análise fundamentalista é voltada para o longo prazo e se propõe a avaliar quais companhias apresentam boas perspectivas de valorização e resultados positivos no futuro. Com ela, fica muito mais fácil escolher os melhores investimentos do mercado na renda variável.

Contar com uma boa assessoria de investimentos

Você acabou de acompanhar alguns passos que podem ajudar você na identificação dos melhores investimentos para a sua carteira.

Como mostramos, a análise nem sempre é simples. São muitos fatores envolvidos nesta escolha, mas considerar todos eles na hora de compor a carteira de investimentos é o que permite a obtenção de resultados cada vez melhores.

Por isso, nossa última dica é contar com uma boa assessoria de investimentos para lhe ajudar neste processo. Você viu neste conteúdo como o serviço funciona e como ele pode ajudá-lo na tarefa de conhecer as alternativas disponíveis para investimento e avaliá-las com autonomia e muito mais segurança.

Então, se você deseja compor um portfólio de investimentos sólido, não perca tempo. Conte com o auxílio de uma boa assessoria de investimentos e dê mais um passo importante em direção ao sucesso nos seus investimentos!

Nós, da Zahl, já estamos sempre ao seu lado, vivendo o seu futuro. Entre em contato com a nossa equipe e descubra tudo o que uma boa assessoria de investimentos pode fazer por você!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *