Como Funcionam os Setores da Bolsa de Valores?

Como Funcionam os Setores da Bolsa de Valores?

Entender o funcionamento dos setores da Bolsa de Valores é indispensável para quem quer se aventurar nos pregões. De modo geral, os papéis das companhias negociadas na B3 – Bolsa de Valores brasileira – são organizados em categorias de acordo com o setor que atuam.

Essa classificação torna muito mais fácil encontrar as empresas que sejam mais interessantes para você, já que, por exemplo, se quiser investir em um banco, não precisa procurar por essas empresas em uma lista extremamente extensa. Basta achar a categoria correta. Continue a leitura para entender melhor!

Quais são os setores da Bolsa de Valores?

Agora que você já entende o que são os setores da Bolsa de Valores, chegou a hora de conhecê-los e entender como funcionam! Você verá que um setor pode conter várias subdivisões. Confira:

Bens industriais

Esse é um dos maiores setores da Bolsa de Valores, porque reúne grandes empresas brasileiras que atuam em, desde transporte rodoviário, até maquinários para uso industrial. Por englobar várias companhias, existem subsetores:

  • material de transporte;
  • comércio, construção e engenharia;
  • serviços e transporte;
  • máquinas e equipamentos.

Comunicações

O setor de comunicações é subdividido em:

  • telefonia fixa;
  • mídia;
  • telecomunicações.

Consumo cíclico

Esse setor engloba aquelas empresas que dependem de um bom ciclo econômico para prosperarem. Por exemplo, quando a economia vai mal, bens de consumo, como roupas, não são prioridade para a população. Portanto, é preciso ter atenção na hora de escolher os papéis dessas companhias para compor a sua carteira de investimentos.

Existem diversas subdivisões:

  • viagens e lazer;
  • construção civil;
  • hotéis e restaurantes;
  • tecidos, vestuários e calças;
  • utilidades domésticas;
  • automóveis e motocicletas.

Consumo não cíclico

São as empresas que atuam no setor primário, portanto, não são tão afetados pelos ciclos econômicos, sendo que muitos deles são bens essenciais, como alimentação, higiene pessoal, saúde, dentre outros. Os subsetores são:

  • comércio e distribuição;
  • agropecuária;
  • produtos de uso pessoal e limpeza;
  • bebidas;
  • alimentos processados.

Essas companhias são uma boa opção para quem quer apostar na renda variável sem comprometer tanto a sua proteção patrimonial.

Financeiro

Esse é um dos setores da Bolsa de Valores com maior peso, pois nele estão as corretoras, seguradoras e os bancos mais influentes, sendo possível até mesmo comprar ações da própria B3. As subcategorias são:

  • exploração de Imóveis;
  • holdings Diversificadas;
  • intermediários Financeiros;
  • previdência e Seguros;
  • securitizadoras de Recebíveis
  • serviços Financeiros Diversos.

Materiais básicos

Contempla as empresas que comercializam produtos químicos, embalagens, minérios, dentre outros. As subcategorias são:

  • embalagens;
  • madeira e papel;
  • materiais diversos;
  • mineração;
  • químicos;
  • siderúrgica e Metalúrgica.

Petróleo, gás e biocombustíveis

Também é um setor bastante influente, pois as empresas comercializam commodities valiosas, podendo atuar tanto na exploração como no refino desses produtos.

Saúde

Empresas que representam boas oportunidades de investimento e é um setor que vem crescendo bastante na Bolsa de Valores.

Tecnologia da informação

Um setor pequeno na Bolsa, porém com grande relevância para a sociedade e conta com empresas que com grande potencial de crescimento. Possui três subsetores:

  • equipamentos;
  • computadores;
  • programas e serviços.

Utilidade pública

Engloba companhias que são tão importantes como o setor de saúde, por exemplo, aquelas que distribuem energia elétrica e realizam tratamento de esgoto. Contêm três subcategorias:

  • água e saneamento;
  • energia elétrica;
  • gás.

Outros

Neste setor, estão listadas empresas que não se encaixam em nenhum desses setores, como as companhias de holding, ou seja, aquelas que possuem participação majoritária em outras empresas.

Saber analisar esses setores é muito importante para quem quer obter as maiores rentabilidades. Quer saber como tomar as melhores decisões? Então confira também o artigo sobre como investir na Bolsa de Valores e não erre ao comprar ações!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *