Conheça as características dos Fundos Multimercado

Conheça as características dos Fundos Multimercado

Os fundos multimercado são uma categoria dos fundos de investimento em que as aplicações são feitas em vários mercados. Isso quer dizer que ele pode mesclar investimentos tanto em opções de renda fixa, quanto em renda variável. 

Eles costumam ser bem atrativos quando a rentabilidade das aplicações de renda fixa começa a cair, pois dão flexibilidade à sua carteira e são capazes de entregar rendimentos mais altos que os investimentos de perfil conservador. Veja suas principais características!

Gestão

Os fundos multimercados unem os recursos aplicados por diversos investidores e a decisão sobre o que fazer com eles cabe aos gestoresa gestores profissionais. Antes de fazer a aplicação, é fundamental ler o prospecto, entender quem são os responsáveis pelo fundo e qual estratégia eles adotam. 

Os ganhos e as perdas do fundo multimercado são compartilhados pelos cotistas de forma proporcional, por isso, é muito importante acompanhar os resultados para ver se estão de acordo com suas expectativas.

Rendimento

Por reunirem opções conservadoras e arrojadas em uma mesma estratégia, os multimercados são considerados alternativas intermediárias em termos de potencial de retorno e volatilidade dos ativos. As aplicações de renda variável abrem a possibilidade de ganhos maiores, enquanto as de renda fixa funcionam como uma proteção do valor investido.

Resgate

Os regulamentos dos fundos multimercado precisam ser avaliados com cuidado porque podem ter regras bem específicas sobre o resgate. Muitos deles estabelecem um prazo de carência, ou seja, um período mínimo em que você não poderá retirar o que investiu.

Na hora de analisar as alternativas, observe também as datas de conversão e de pagamento, que costumam ser maiores que as de outros investimentos. É comum encontrar prazos em D+10, D+30 e D+90, por exemplo. Isso acontece porque as aplicações são feitas em papéis com pouca liquidez. 

Custo

Como os investimentos serão feitos por um especialista, é claro que isso terá um custo. E, quanto maior esse custo, menor a rentabilidade líquida da aplicação. O principal componente desse custo é a taxa de administração

Muitos fundos multimercados também preveem uma taxa de performance – um bônus que o gestor cobra ao entregar resultados acima de determinado índice de referência. Por exemplo, se a taxa de performance for de 20%, esse percentual será cobrado do rendimento excedente.

Tributação

A maioria dos fundos multimercado é considerado um fundo de renda fixa na hora da tributação. Os impostos cobrados nesse caso são o IR (Imposto de Renda) e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Contudo, a cobrança do IOF só acontece se você resgatar o investimento menos de 30 dias após a aplicação.

Que tal contar com o apoio de especialistas para escolher as melhores opções para investir? Veja como funciona a assessoria de investimentos e monte um portfólio ideal para o seu perfil de investidor!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *