Educação financeira: como ela pode mudar a sua vida?

Educação financeira: como ela pode mudar a sua vida?

A falta de cultura em educação financeira no Brasil não é um segredo. Ao olhar para os altos níveis de endividamento e inadimplência no país, além dos números ainda tímidos de investidores, podemos ver a necessidade de mais conhecimentos sobre finanças.

Pouco se fala sobre a importância da educação financeira nas escolas, mas é desde a idade infantil que os hábitos positivos começam a se formar. Depois de adulto, também vale a pena buscar novas informações e tentar melhorar sua relação com o dinheiro.

Então, que tal saber mais sobre o assunto? Confira este conteúdo especial para ver como sua vida pode mudar para melhor a partir da educação financeira!

O que é educação financeira?

A educação financeira é representada por um conjunto de saberes e conhecimentos que tratam da relação das pessoas com o dinheiro. Assim, ela vai muito além de conceitos matemáticos e contábeis — como juros, orçamento etc.

A ideia é mais ampla, envolvendo desde informações técnicas até questões mais subjetivas, relacionadas aos hábitos que desenvolvemos em relação ao dinheiro. Com isso, educar-se financeiramente é agregar formas mais eficientes de lidar com suas finanças.

A educação financeira lhe permite entender, por exemplo, como funciona a gestão financeira pessoal, quais são os comportamentos e ferramentas que podem lhe ajudar nesta tarefa. Além disso, também envolve compreender produtos bancários, juros, alternativas de investimento etc.

Logo, quem desenvolve conhecimentos sobre finanças consegue ter mais consciência ao tomar decisões rotineiras — como comprar com cartão de crédito, pedir empréstimos a juros, planejar-se para o futuro e montar reservas financeiras, por exemplo.

Todas as decisões sobre dinheiro requerem uma análise eficiente. Do contrário, você pode se ver com dificuldades e até mesmo dívidas. A educação financeira, então, promove liberdade e pode ser útil, inclusive, para realizar investimentos e obter renda passiva.

Para que ela serve?

Como você viu, a educação financeira tem uma importância grande na vida de qualquer cidadão. Ela é útil em objetivos diversos, como aprender a gerir melhor a renda e economizar, a avaliar taxas de juros e a investir seu dinheiro para construir patrimônio.

Pessoas que buscam educação financeira costumam ter melhores condições para lidar com as demandas financeiras durante a vida. Assim, acabam evitando diversos problemas e conseguindo fazer escolhas mais conscientes.

No Brasil, há forte cultura do endividamento. A maioria das pessoas logo pensa em empréstimos ou financiamentos na hora de adquirir bens. Essa característica demonstra a falta de educação financeira da população.

Afinal, se houvesse discussão do tema nas escolas e em casa, as crianças e adolescentes poderiam crescer com mais consciência sobre orçamento familiar e planejamento financeiro. Assim, muitas pessoas administrariam melhor a ideia de se organizar para compras mais significativas.

Outro exemplo de um objetivo da educação financeira é a questão da aposentadoria. Muitos brasileiros passam décadas trabalhando e enfrentam dificuldades de renda ao se aposentar, por não saberem que era possível se planejar para o momento.

Qual é a importância de se educar financeiramente?

Não podemos apenas esperar que a educação financeira seja, efetivamente, incluída no ensino infantil e nas escolas para crianças e adolescentes. Também é nosso papel divulgar os conhecimentos, seja entre amigos, com seus filhos etc.

Quanto mais pessoas incentivarem e trocarem informações sobre o assunto, mais ele será fortalecido e estará presente no dia a dia dos brasileiros. Então, se você não contou com incentivos para se educar ainda, nunca é tarde para buscar conhecimento.

Investir em educação financeira é importante para entender que é possível fazer mais com a renda que você ganha. Muitas pessoas acreditam que só conseguirão viver com mais conforto ou realizar certos sonhos quando aumentarem seu salário.

Na verdade, em diversos casos, o que falta é se educar financeiramente e entender melhor sobre orçamento e escolhas. A educação financeira mostra que sua renda pode ser otimizada para lhe ajudar a realizar seus objetivos.

Afinal, a diferença não está tanto no quanto se ganha, mas em como se administra o dinheiro. Uma pessoa com alto salário, mas que gasta tudo sem controle, pode estar em uma situação mais desafiadora do que alguém que tem renda menor, mas mantém o orçamento organizado.

Como usar a educação financeira a seu favor?

Depois de saber o que é educação financeira e qual é sua importância, chegou a hora de ver algumas dicas práticas de como usar os conhecimentos sobre ela a seu favor. Sempre vale a pena buscar conteúdos, livros, vídeos, cursos e demais formas de aprender.

Confira a seguir algumas estratégias aprendidas por meio da educação financeira e que podem mudar a sua vida!

Tenha um planejamento financeiro

Um dos princípios da educação financeira é que você coordena suas finanças, e não elas controlam você. Então, um cuidado essencial depois de buscar mais conhecimento sobre a relação com o dinheiro é ter um planejamento.

Procure colocar no papel o que você espera da sua vida financeira. Quais são suas expectativas de renda, quais são suas prioridades de gastos, que sonhos você deseja realizar em breve, entre outros. Tudo isso lhe ajudará a se organizar.

Controle seu orçamento

O planejamento se torna realidade por meio do controle do orçamento. Ou seja, para que seus objetivos possam ser conquistados é preciso ter um registro das suas fontes de renda e dos seus gastos mensais.

Assim, fica mais fácil identificar seu custo de vida e encontrar formas de economizar — gastando menos dinheiro com o que não é importante e passando a ter mais condições de gastar com suas prioridades. Com organização, os objetivos podem ser alcançado.

Invista para a independência financeira

O maior diferencial da educação financeira é lhe mostrar que existem possibilidades para otimizar e rentabilizar seu dinheiro. Trabalhar e ter um salário não é a única forma de obter renda. Você pode também realizar investimentos.

Assim, consegue obter o que chamamos de renda passiva. Ou seja, um dinheiro que cai na sua conta independente de você trabalhar por ele, pois é fruto dos investimentos que você realizou ao longo do tempo.

No Brasil, as pessoas ainda se limitam bastante à poupança, mas é possível encontrar ganhos melhores em outros investimentos. Então, buscar conhecimentos — e até uma assessoria — sobre o assunto é interessante.

Quer saber como ganhar cada vez mais, de forma eficiente? Então busque educação financeira e aprenda a investir. Esse é o caminho para conquistar sua independência financeira – escolhendo o momento de parar de trabalhar e vivendo apenas da sua renda passiva algum dia!

Aqui no blog da Zahl Investimentos compartilhamos diversos conteúdos que agregam à sua educação financeira. Quer continuar seu aprendizado? Então veja o que você pode aprender com as pessoas mais ricas do mundo!

Se você quer contar com uma assessoria de investimentos sem custo, entre em contato conosco agora mesmo.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *