Gestão patrimonial: entenda a importância de cuidar do seu patrimônio!

Gestão patrimonial: entenda a importância de cuidar do seu patrimônio!

Cuidar dos próprios bens é essencial para ter segurança e bons resultados no presente e no futuro. Nesse sentido, uma das principais soluções para conhecer é a gestão patrimonial.

Trata-se de um serviço qualificado e que age de forma completa sobre todos os seus bens e direitos. Graças a esse gerenciamento, é possível obter diversas vantagens e mesmo melhorar sua relação com os recursos.

Este artigo mostrará o que você deve saber sobre a gestão de patrimônio. Confira!

O que é patrimônio?

O patrimônio, na verdade, não é formado apenas por aquilo que você possui. Ele envolve, de modo amplo, os bens e os direitos, mas também as demandas associadas aos ativos.

No caso de uma pessoa física ou de uma família, o patrimônio é composto pelos imóveis, pelo dinheiro disponível em conta, pela participação em um negócio ou em diversos deles e assim por diante.

Cada ativo pode ter obrigações associadas. Elas incluem, por exemplo, as dívidas que devem ser pagas, incluindo os impostos devidos quanto ao patrimônio.

O que é gestão patrimonial?

Conhecendo o patrimônio, é possível entender que a gestão patrimonial envolve o gerenciamento dos bens disponíveis. A intenção é fazer um acompanhamento completo e agir ativamente para alcançar os objetivos desejados, como a maior proteção e a disponibilidade futura de recursos.

No caso de uma gestão patrimonial empresarial, o interesse é manter o equilíbrio e garantir a continuidade do negócio. Para uma pessoa ou uma família, há uma questão relacionada à segurança e ao longo prazo.

Normalmente, o gerenciamento é feito por profissionais com diferentes conhecimentos. Também pode se dividir em alternativas, como o family office, que é ligado ao patrimônio familiar e wealth management ou gestão de fortunas, quando envolve valores elevados.

Como ela funciona?

Como cada patrimônio tem características específicas, a gestão patrimonial é diferente entre quem a utiliza. No entanto, algumas etapas costumam se repetir, como a definição de objetivos quanto ao dinheiro e aos bens.

A intenção, normalmente, é proteger os recursos e garantir que haja a disponibilidade necessária ao longo do tempo. A gestão também envolve um reconhecimento amplo dos bens e de suas características, por meio de inventários e outros demonstrativos. 

Além de tudo, é essencial considerar a tomada de decisão rumo à performance esperada. É muito comum a realização de investimentos, tanto para manter o poder de compra do dinheiro quanto para rentabilizar o montante.

Na maioria dos casos, os passos são executados por profissionais qualificados, experientes e contratados para a tarefa. Com isso, o detentor do patrimônio não tem que se preocupar com questões práticas ou operacionais. 

O que avaliar para cuidar dos bens?

Como visto, o reconhecimento sobre a situação do patrimônio é determinante para que a gestão seja efetiva. Portanto, ocorre uma avaliação prévia para que seja possível cuidar dos bens.

Isso pode ser feito tanto com indicadores qualitativos quanto com aspectos quantitativos. No primeiro caso, é bastante comum classificar os bens e direitos entre categorias, reconhecer características de perfil e identificar necessidades.

Do ponto de vista qualitativo, ocorrem análises sobre quanto valem os bens e direitos e mesmo se eles estão desvalorizados, por exemplo. Também há a definição de objetivos estratégicos, para que orientem a tomada de decisão.

Porém, cada patrimônio depende de análises voltadas para as suas condições específicas e, portanto, os indicadores que devem ser utilizados variam caso a caso.

Por que é importante fazer a gestão patrimonial?

A gestão patrimonial, quando realizada de forma profissional e estruturada, pode trazer diversos benefícios. Um dos pontos mais importantes envolve a tranquilidade no futuro para toda a família.

Afinal, uma das missões do gerenciamento é evitar a dilapidação do patrimônio com o passar do tempo. Então é possível manter o padrão de vida atual e proteger os recursos para as gerações futuras.

Também é um jeito de obter proteção contra crises. Com a diversificação na carteira de investimentos, por exemplo, há como reduzir os níveis de perdas causados pela queda de uma taxa ou por uma mudança brusca de mercado.

Dependendo do perfil e da estratégia, é possível rentabilizar parte do patrimônio e torná-lo maior. Portanto, o gerenciamento é essencial para melhorar a performance dos recursos e oferecer mais tranquilidade.

Como fazer um bom controle patrimonial?

Para aproveitar todas as vantagens que você viu que estão associadas à gestão patrimonial, é necessário realizá-la de forma profissional e estruturada. É o caso de contratar o chamado family office, que é focado, exclusivamente, nos serviços de gestão e segurança patrimonial familiar.

Veja o que pode ser feito junto aos profissionais:

Identificação de perfil e necessidades

Primeiramente, a equipe faz uma avaliação de características como o seu padrão de vida, o patrimônio atual, o perfil e os objetivos. A intenção é criar um plano personalizado para atender às demandas. Como consequência, é possível atingir as metas.

Levantamento de bens

Para ter um reconhecimento completo da situação, é comum a realização de um balanço patrimonial. Outras atividades de controle de bens e inventário também são realizadas, para que haja uma visão completa sobre valores e bens.

Elaboração de um planejamento financeiro

Em seguida, a gestão inclui um bom planejamento financeiro. Ele compreende todas as suas necessidades e da família e foca na distribuição de recursos de acordo com as características.

Além do planejamento orçamentário, há a criação de metas, a definição de mecanismos para exercer o controle dos resultados e como o dinheiro deve ser usado para alcançá-los. Ele serve, ainda, para atender aos passivos gerados, como cobranças de impostos.

Planejamento e acompanhamento de investimentos

Ainda no planejamento financeiro, é organizada a decisão sobre como usar os recursos para manter a segurança patrimonial. Geralmente, o foco está em realizar investimentos alinhados com o perfil e com os objetivos.

A partir disso, pode-se montar uma carteira de investimentos com as características necessárias. Também é importante que haja um controle contínuo dos resultados, comparando-os ao planejamento, para garantir seu alcance. 

Acompanhamento e atualização

O trabalho de gestão patrimonial é prolongado, para que possa entregar resultados de forma consistente. Nesse sentido, o time de profissionais envolvidos realiza um acompanhamento completo do desempenho das ferramentas e dos objetivos.

Dependendo do caso, há uma atualização do planejamento financeiro para abarcar ou substituir alguma meta patrimonial, por exemplo. Também pode ocorrer o rebalanceamento de carteira, de modo a deixá-la sempre ajustada a cada situação.

Como você viu, a gestão patrimonial é uma alternativa para quem busca mais proteção, previsibilidade e continuidade do próprio patrimônio. Realizado de forma qualificada, o processo pode entregar os resultados esperados.

Se quiser saber mais sobre como cuidar melhor do seu patrimônio, entre em contato com a Zahl Investimentos!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *