Grupamento e desdobramento de Ações: o que é e como funciona?

Grupamento e desdobramento de Ações: o que é e como funciona?

Você já ouviu notícias sobre desdobramento e grupamento de Ações? Quem se atualiza sobre esse mercado costuma se deparar com tais termos. É fundamental conhecê-los e saber como eles afetam seus investimentos.

Apesar de serem práticas comuns, é normal não entender o que elas realmente significam. Assim, muitos investidores ficam confusos quando alguma delas acontece. Porém, os processos podem demonstrar boas oportunidades e mudanças importantes no mercado.

Por isso, neste conteúdo você aprenderá o que é grupamento e desdobramento e como eles funcionam. Confira!

O que é o grupamento de Ações?

O grupamento de Ações também é conhecido como inplit de Ações ou reverse split. Ele é o ato de agrupar os papéis de uma empresa negociados na bolsa de valores. Isso não implica na emissão de novos títulos ou na retirada do mercado.

Aqui, o que ocorre é a diminuição da quantidade de papéis em circulação, com aumento do preço de cada um. Fica mais fácil visualizar utilizando exemplos práticos, pois o conceito costuma causar um pouco de confusão.

Imagine que você tem 100 Ações de determinada empresa e cada uma tem um valor de mercado de R$ 10. Assim, podemos dizer que o patrimônio equivale a R$ 1.000 investidos, correto? A companhia, então, decide realizar um grupamento de 2 para 1.

No caso concreto, você passará a ter apenas 50 Ações, pois a quantidade diminui pela metade. Ao mesmo tempo, cada Ação valerá R$ 20, pois o preço dobrará proporcionalmente. Seu patrimônio continua a valer R$ 1.000, mas agora dividido em menos papéis.

Por isso que dizemos que no inplit há redução de quantidade de papéis sem modificar o total investido.

Como funciona o grupamento de Ações?

A administração da empresa emissora é quem decide pela necessidade de grupamento de Ações da companhia. É preciso definir qual será o fator utilizado para a nova composição e a faixa de preço pretendida.

Não há uma regra oficial sobre qual deve ser o fator. Comumente se usa múltiplos de 10, 100 ou 1000 para facilitar a conversão. Após decidir essas questões, a proposta de grupamento deve ser votada na assembleia geral.

Deve ser enviado um documento demonstrando todo o procedimento para chegar ao grupamento. Votando favorável, a assembleia dará poderes à administração para implementar o reverse split.

Qual é o objetivo do grupamento?

O grupamento deve ser feito considerando alguns objetivos. O primeiro deles é diminuir a quantidade de Ações emitidas pela empresa na bolsa. Assim, aumenta-se o preço dos papéis e facilita-se a negociação.

Quando a Ação individual tem preço baixo, como na casa dos centavos, ela tende a ter um spread muito alto. Isso traz alguns impactos negativos para a companhia e para o próprio mercado financeiro.

Uma Ação que vale R$ 0,10, por exemplo, tem uma variação de 10% em seu valor quando oscila apenas R$ 0,01. Já em um papel de R$ 10, a mesma mudança de preço corresponderia a apenas 0,1%. Então o grupamento pode diminuir a volatilidade da Ação de preço baixo.

O que é o desdobramento de Ações?

Agora que você conhece o grupamento, fica mais fácil imaginar o que é o desdobramento de Ações, não é mesmo? Também conhecido como split de Ações, ele é o ato de dividir os papéis de uma empresa, aumentando a quantidade negociada.

Da mesma forma que no inplit, isso não implica em emitir mais papéis para serem negociados. Ela apenas estabelece novos fatores para determinar o preço de cada Ação. Novamente, utilizaremos o exemplo dado.

Se você tem 100 Ações de uma companhia com valor de mercado de R$ 10 cada e a empresa decidir desdobrá-las de 1 para 2, o que acontece ? Cada papel valerá R$ 5 e sua carteira passará a ter 200 papéis — com o mesmo valor de mercado total de R$ 1.000.

Dessa forma, ao contrário do grupamento, aqui há um aumento da quantidade Ações de determinada empresa no mercado. Porém, proporcionalmente o valor investidor continua o mesmo, não alterando o capital de cada investidor.

A tática é utilizada por várias companhias para modificar alguns fatores do mercado e proporcionar melhores negociações. Porém, existe um procedimento que deve ser seguido para que o desdobramento seja aprovado.

Como funciona o desdobramento de Ações?

Como vimos, o split tem o objetivo de aumentar a quantidade de papéis da empresa, diminuindo proporcionalmente seu valor individual. Da mesma forma que no grupamento, a decisão de desdobramento parte da administração da companhia.

Também não há um critério rígido para o split, mas é importante que sejam números que facilitem o cálculo. Essa questão depende da cotação do papel no momento, a quantidade disponível no mercado e os objetivos da empresa.

Definindo os elementos, a administração fará um edital de convocação para assembleia geral extraordinária. Nele estarão especificados todos os detalhes sobre o desdobramento: fator, data da posição, data de crédito etc.

Na assembleia os sócios votantes poderão acatar ou não o split. Caso seja aprovado, deve ser divulgado um sumário aos acionistas — ou a própria ata da reunião.

Qual é o objetivo do desdobramento?

Enquanto o grupamento tem o objetivo de manejar a volatilidade dos papéis da empresa, o desdobramento está ligado à liquidez. Uma Ação com um preço muito elevado pode não ter uma boa aceitação e ser de difícil negociação.

Geralmente a decisão ocorre após uma valorização da empresa no mercado, o que aumenta o preço de suas Ações. Assim, a companhia entende que é preciso melhorar as condições de compra, para atrair mais interessados nas operações.

O split pode ocorrer diversas vezes durante a existência de uma empresa e ele é bastante comum no mercado financeiro. À medida que a companhia se valoriza, suas Ações passam a valer mais e a liquidez tende a diminuir.

Você concorda que uma Ação de preço mais baixo é mais acessível aos investidores, não é mesmo? Um lote de 100 Ações que custam R$ 200 cada custa R$ 20.000. Porém, se houver um desdobramento de 1 para 2, por exemplo, seu preço diminui pela metade.

Conseguiu entender o que significa desdobramento e grupamento de Ações? Conhecer esses mecanismos é fundamental para investir melhor e aproveitar oportunidades na bolsa de valores. 

Por isso, sempre fique atualizado com as notícias do mercado e planeje suas aplicações com consciência!

Você gostou deste conteúdo? Se quiser continuar aprendendo sobre o mercado de Ações, confira nosso texto sobre o que é um IPO!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *