Mesa de renda variável: por que contar com ela em suas operações?

Mesa de renda variável: por que contar com ela em suas operações?

Ao investir, além de escolher os ativos que comporão seu portfólio, é preciso determinar de que maneira eles serão negociados. Alguns optam por fazer operações via home broker que, apesar de ser comum, não é a única alternativa. Também é possível contar com uma mesa de renda variável

A opção era bastante comum antes de o home broker se tornar ágil, acessível e seguro. Contudo, apesar de não ser mais tão recorrente, a mesa ainda é utilizada em situações específicas – e pode fazer toda a diferença para o investidor. Por isso, vale a pena entender o seu funcionamento e benefícios.

É exatamente sobre isso que falaremos neste post. Continue lendo para aprender mais sobre a mesa de renda variável e descobrir como ela pode agregar às suas estratégias de investimento!

O que é uma mesa de renda variável?

Antes de conceituar a mesa de renda variável, vale entender sobre um conceito mais amplo: a mesa de operações. Ela se refere ao local onde profissionais atuam com a negociação de títulos e ativos financeiros. 

Nela, um ou mais operadores utilizam um sistema para negociar os ativos nos diversos mercados. Esse é um serviço que pode ser oferecido por bancos, corretoras e assessorias de investimento. Dessa maneira, o cliente consegue acesso a mais uma alternativa para facilitar suas operações. 

Uma questão importante é que a mesa de operações pode atuar em diferentes mercados. Por causa disso, é comum que ela seja separada pela área de operação em diferentes categorias. 

Veja os principais exemplos:

  • mesa de renda fixa: foca em Títulos Públicos, privados ou Debêntures, além de outras aplicações financeiras de renda fixa;
  • mesa de câmbio: lida com a compra e venda de moedas e outras operações que envolvam variações cambiais;
  • mesa de commodities: negocia títulos que são ligados a ativos físicos, como ouro, petróleo, produtos agrícolas, entre outros;
  • mesa de renda variável: atua com a negociação de ativos na bolsa de valores, como a compra e venda de Ações, fundos, derivativos etc.

Também existem mesas que atuam com mais de um tipo de ativo. Todavia, o mais comum é que elas sejam focadas em determinado mercado.

Como funciona uma mesa de renda variável?

A mesa de renda variável costuma ter um ou mais operadores qualificados. Nas assessorias de investimento, os responsáveis pela mesa são assessores de investimentos.

Eles são profissionais certificados para atuar no mercado financeiro. Um dos requisitos é ter a certificação da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord).

As exigências sobre qualificação e certificação são importantes para assegurar o preparo do profissional. Afinal, ele precisa entender o funcionamento do mercado e dos diferentes ativos para conseguir dar suporte aos clientes. 

Na prática, ao usar a mesa de operações o investidor contará com o profissional para executar as ordens de compra e venda – conforme solicitação do investidor. Nesse caso, o operador tem plataformas específicas para realizar as negociações, garantindo maior precisão.

Além disso, nas assessorias de investimento é possível ter serviços adicionais em uma mesa de operações. Os assessores também conseguem dar orientações sobre o funcionamento de ativos e das oportunidades do mercado, por exemplo.

Por que contar com uma mesa de negociação?

Depois de entender o que é e como funciona a mesa de renda variável, a pergunta mais comum é: vale a pena contar com o serviço? Isso depende das particularidades dos seus investimentos, mas conhecer as vantagens que ela proporciona pode ajudar na decisão. 

Então listamos os principais benefícios que a mesa oferece aos investidores. Acompanhe!

Auxílio na busca por oportunidades

Para começar, a mesa de renda variável proporciona um atendimento próximo ao investidor. O operador atua de maneira exclusiva para cada situação – e de acordo com as necessidades do investidor. Como resultado, pode ficar mais fácil encontrar oportunidades no mercado financeiro. 

O operador da mesa não precisa se limitar a executar as ordens recebidas. Com o conhecimento aprofundado do mercado, ele pode esclarecer dúvidas e auxiliar na busca por oportunidades de compra e venda de ativos – a partir, por exemplo, dos relatórios de analistas da instituição.

No dia a dia, é comum que assessores e analistas trabalhem em contato. Assim, você pode ser apresentado aos resultados de relatórios de análises técnicas ou fundamentalistas de analistas do mercado. Tudo isso colabora para uma tomada de decisão muito mais sólida.

Acesso a operações estruturadas

As operações estruturadas são montadas a partir de diversos ativos e derivativos do mercado financeiro. Elas visam objetivos específicos, com retornos diferenciados ou proteção da carteira ou posição em um ativo.

Elas podem, por exemplo, garantir uma rentabilidade mínima na renda variável, aumentar seu potencial de retorno ou mesmo diminuir os riscos. É possível investir em uma operação desse tipo por meio do Certificado de Operação Estruturada (COE) nas plataformas de corretoras.

Mas se você quiser montar sua própria operação, pode fazer isso por meio da mesa de renda variável. Como se trata de estruturas complexas, há grande risco de cometer erros. Por isso, o ideal é procurar um suporte profissional para encontrar e montar a melhor operação para o seu caso.

Mais agilidades nas operações

O home broker já é uma plataforma ágil, então pensar em depender de terceiros na mesa de operações traz dúvidas. Contudo, considerando a variedade de operações que podem ser realizadas, o serviço pode trazer mais agilidade para o investidor.

O principal motivo é a experiência dos profissionais, que sabem como operar na renda variável e realizar diversas ações complexas. Além disso, em vez de você precisar lidar com o home broker, basta informar as negociações que você deseja que sejam feitas.

O profissional cumprirá todas as ordens, proporcionando mais comodidade e precisão nas operações. Porém, para aproveitar os benefícios, é essencial procurar uma assessoria de investimentos que tenha boa reputação e experiência no mercado.

A decisão sobre utilizar a mesa de operações dependerá da análise de custo, do perfil de investidor e do volume de negociações. Apesar disso, a alternativa costuma ser vantajosa para os investidores — em especial para aqueles que realizam ou desejam realizar operações complexas. Por isso, vale a pena conhecer melhor essa possibilidade!

E então, conseguiu aprender mais sobre a mesa de renda variável e o seu funcionamento? Se você se interessou por essa solução, vale a pena considerá-la na sua rotina como investidor. Fazendo isso, é possível encontrar as melhores alternativas para potencializar seus resultados!

Que tal conhecer todas as possibilidades que a mesa de renda variável pode trazer para você? Entre em contato com a Zahl para conhecer nosso time de mesa de renda variável e nossos diferenciais!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *