O que aprender com as pessoas mais ricas do mundo? Descubra!

O que aprender com as pessoas mais ricas do mundo? Descubra!

Todos os anos, a Revista Forbes atualiza o ranking que parte da população gostaria de fazer parte: a lista das pessoas mais ricas do mundo.

Para compor essa listagem, a publicação faz uma estimativa, em dólares, do patrimônio líquido das pessoas mais ricas do mundo. No ranking, são excluídos aqueles cuja riqueza foi construída devido à sua posição social, política e familiar, como é o caso da família da Rainha Elizabeth II, por exemplo.

Mas você sabe quais são os nomes que fazem parte desta lista? E mais: você já pensou sobre o que podemos aprender com estes milionários e bilionários do mundo – especialmente no âmbito das finanças e investimentos?

Este artigo vai ajudar você a descobrir o que estes grandes nomes têm a nos ensinar com suas trajetórias e conquistas. Fique conosco e conheça quatro membros desta lista!

Jeff Bezos

Encabeçando a lista de pessoas mais ricas do mundo desde 2017, o norte-americano Jeff Bezos, fundador da Amazon, acumula um patrimônio líquido de mais de uma centena de bilhões de dólares.

Bezos não recebe o título de homem mais rico do mundo por sorte. Antes de se tornar um dos seletos empresários a ter uma empresa com valor de mercado de US$ 1 trilhão nos Estados Unidos, ele trabalhava em um banco de investimentos em Wall Street. Essa experiência lhe trouxe ensinamentos importantes para saber onde aplicar sua fortuna.

Ele foi um dos primeiros investidores-anjo do Google, aportando US$ 250 mil na empresa no final dos anos 1990. Sua forma de fazer negócios é considerada agressiva e seu poder de persuasão merece destaque.

Anos atrás, Bezos conseguiu angariar quase US$ 1 milhão dos próprios pais e de outros investidores para criar e lançar a Amazon. Apostando na venda de livros, o bilionário reconhece que o negócio poderia ter dado muito errado.

Mas, contrariando as expectativas, a Amazon deu tão certo que se tornou uma das companhias mais valiosas do mundo anos depois de sua fundação.

Jeff Bezos é um homem visionário, à frente do seu tempo e também muito discreto. Seu modelo de gestão é inspirado em outros grandes nomes do empreendedorismo e investimentos, como Walt Disney e Warren Buffett, e sua atuação nos negócios tem muito a nos ensinar.

O fundador da Amazon nos mostra que é possível tomar decisões racionais sem deixar a paixão de lado e nos ensina a importância de acreditar em nossos objetivos e trabalhar para conquistá-los – mesmo que pareçam distantes.

Bill Gates

Bill Gates está presente nas primeiras posições do ranking das pessoas mais ricas do mundo desde 1995. Assim como Jeff Bezos, Bill Gates possui um perfil bastante agressivo. Persistente, enxergou na IBM — líder mundial em computadores nos anos 1980 — a oportunidade perfeita para lançar o software que, anos mais tarde, se transformaria no popular Windows.

Entretanto, a agressividade e autoestima de Gates por pouco não levou a companhia à falência. Certo de que a revolução tecnológica não seria capaz de atingir a qualidade dos seus produtos, a Microsoft começou a perder espaço para a Apple, o Google e o Facebook.

Mas, pouco mais de uma década depois, a Microsoft passou a investir em inteligência artificial e soluções em nuvem – recuperando o tempo perdido e fazendo com que seu valor de mercado superasse a marca de 1 trilhão de dólares nos Estados Unidos em 2019.

Bill Gates nos ensina a manter atenção a eventuais oportunidades – pessoais, profissionais e até mesmo de investimentos – que possam surgir em algum momento. E encontrar maneiras de aproveitá-las. Além disso, a trajetória da Microsoft nos mostra que é possível corrigir o curso quando algo não sai como o esperado.

Warren Buffett

Um dos investidores mais bem sucedidos do mundo, Warren Buffett é um exemplo de como os investimentos de longo prazo podem ser rentáveis. Filho de um corretor da bolsa de valores norte-americana, mantém a mesma estratégia desde os anos 1960: o buy and hold, focando em adquirir empresas cujas ações estão sendo negociadas com desconto na bolsa.

Os investidores adeptos dessa técnica não compram ações pensando em vendê-las com lucro a curto prazo. Na realidade, estão interessados em se manter como sócios do negócio e, assim, garantir rentabilidade no futuro.

Foi o que Buffett fez nos anos 1970, adquirindo a Berkshire Hathaway Inc. – empresa que comanda até hoje. Na época, uma ação da companhia valia poucos dólares. Em 2019, cada papel da empresa chegou a valer mais de US$ 220,00.

A principal característica de Warren Buffett como investidor é agir na contramão do mercado. Quanto todos estão sendo cautelosos, ele age com audácia e vice-versa – utilizando indicadores fundamentalistas para fazer boas escolhas e focando no longo prazo.

Entre as lições que Buffett pode nos ensinar estão a importância do autocontrole e da mentalidade de longo prazo. Além, é claro, da necessidade de estabelecer e seguir uma estratégia sólida ao longo do tempo. Todos esses ensinamentos podem ser aplicados tanto para os investimentos quanto para outras decisões em nosso dia a dia.

Elon Musk

O CEO e fundador da Tesla – fabricante de carros mais valiosa do planeta em 2020 – é também uma das pessoas mais ricas do mundo. E tem muito a nos ensinar.

Apostando no setor de tecnologia, Musk fez fortuna antes dos 30 anos ao criar uma empresa junto com seu irmão. Em seguida, fundou, entre outras companhias, a Confinity – empresa de transações financeiras que deu origem ao PayPal.

Depois de ganhar uma fortuna com a venda do PayPal para a gigante do e-commerce online Ebay, Musk fundou a Tesla – com foco em carros elétricos – e a Space X, a primeira empresa privada a entrar em órbita.

A trajetória de Musk nos faz refletir sobre a importância de focar em nossos objetivos e ser resiliente – inclusive em se tratando de investimentos. Além disso, três de suas principais características – trabalho, persistência e criatividade – podem ser aplicados nos mais diferentes setores do nosso cotidiano.

Concluindo

A história de cada grande nome do mercado e do empreendedorismo mundial tem suas particularidades. Entretanto, as pessoas mais ricas do mundo têm muito a nos ensinar sobre estratégia, objetivos, investimentos, persistência e paciência.

Para muitas dessas pessoas, uma boa ideia ou oportunidade, conhecimento sobre o mercado e uma pitada de ousadia foram os ingredientes fundamentais para uma receita de sucesso.

E você, tem conseguido aplicar alguns destes ensinamentos no seu dia a dia enquanto investidor? Se a resposta for não, aproveite o que aprendeu neste post e coloque em prática estes importantes aprendizados ao longo da sua jornada! E para ajudar você, conte sempre com a Zahl. Clique aqui e solicite contato de um dos nossos especialistas.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *