Retomada da bolsa: o que fazer? Vale a pena comprar ações?

Retomada da bolsa: o que fazer? Vale a pena comprar ações?

Existem no mercado discursos bem diferentes sobre como ou quando investir na bolsa. Afinal, a renda variável apresenta diversas possibilidades aos investidores. Então, é comum que as pessoas tenham dúvidas sobre quando vale ou não a pena comprar ações.

Momentos de queda do mercado podem trazer oportunidades para investidores. Assim, há aqueles que adquirem papéis nos períodos de crise. Outros aproveitam a retomada da bolsa para procurar ações que já estejam se valorizando depois da baixa.

Mas, será que esse é o momento ideal para ir às compras na bolsa? Se o seu intuito é incrementar a carteira e comprar ações a bons preços, é preciso aprender a avaliar as alternativas antes de tomar uma decisão.

Continue a leitura do artigo e descubra se vale ou não a pena comprar ações neste cenário!

O fator “efeito manada”

A bolsa de valores tem uma relação muito forte com o efeito manada. Basta pensar que quando o mercado começar a cair, logo se vê uma grande reação dos investidores vendendo papéis. E muitos nem sabem ao certo por que fazem isso.

O efeito manada é um conceito que tem explicação na Psicologia: nós temos a tendência a fazer algo que vemos outras pessoas fazerem. Assim, se há um grande movimento de venda das ações, alguns investidores decidem ter a mesma prática por acreditarem que é o certo.

Contudo, se a decisão é tomada sem nenhuma estratégia de análise, você está se deixando levar pelo efeito manada. E ele pode ser muito perigoso! Afinal, há grande risco de ter prejuízo ao vender ativos sem um motivo claro.

Engana-se quem pensa que os riscos de seguir a manada estão relacionados apenas à venda das ações. Também é possível ser vítima dele na hora de investir na bolsa. Ou seja, se você opta por adquirir papéis sem uma estratégia, também está diante de um perigo.

É comum acontecer tal fenômeno no período de retomada da bolsa. Como o mercado está apresentando subida depois de uma queda brusca, muitas pessoas entram na renda variável sem entender ao certo como ela funciona.

Procure avaliar com atenção se é o seu caso. Saber se é hora ou não de comprar ações depende muito mais do que você deseja do que do comportamento dos outros. Então, proteja-se do efeito arriscado de ir com a manada.

Vale a pena investir na retomada da bolsa?

Depois de saber os riscos do efeito manada na retomada da bolsa, sua tarefa é entender como decidir se é hora de investir em ações ou não. O melhor caminho é saber o que deve ser avaliado antes de responder ao questionamento.

Confira a seguir alguns elementos que precisam ser considerados!

Seu perfil de investidor

Dependendo do seu perfil de investidor, não será hora de investir na bolsa nem se ela estiver em queda, nem se estiver em alta. Por quê? Porque a renda variável envolve riscos que alguns investidores não estão dispostos a correr.

Existem três perfis de investidor: conservador, moderado e agressivo. As pessoas conservadoras são aquelas que priorizam a segurança e não gostam de pensar em perder dinheiro. Assim, não é indicado que elas invistam em ativos de maior risco e volatilidade.

A bolsa pode subir ou cair, a depender dos movimentos do mercado. Logo, o investidor precisa lidar com a possibilidade de conferir seus investimentos e encontrar um valor menor do que aportou. De modo geral, os moderados e agressivos têm maior abertura a isso.

Então, um dos primeiros passos para decidir se você entra ou não na retomada da bolsa é descobrir qual é o seu perfil. Uma exposição a riscos mais altos do que deseja não é interessante se você não está preparado para lidar com eles.

Seus objetivos e prazos

Além do perfil, é essencial entender quais são os seus objetivos — e os respectivos prazos deles — antes de investir na bolsa. O motivo é, mais uma vez, o risco e a volatilidade da renda variável.

Os ativos podem apresentar queda no curto prazo. Por isso, é importante que você saiba o que esperar. Ter uma visão de longo prazo pode ser uma forma de usufruir mais tranquilidade ao investir, pois você não fica tão vulnerável a prejuízos em casos de resgate.

Em outras palavras, pode ser mais seguro não investir na bolsa um dinheiro que seja voltado para curto prazo. Ao precisar resgatar o valor em breve, há maior risco de sofrer perdas. Mas se você deixa no longo prazo, é esperada uma estabilidade relativa maior.

Análise eficiente das empresas

Note que falamos que “é esperada” uma estabilidade. Ou seja, não é algo garantido. Afinal, a renda variável não apresenta garantias de rentabilidade ou proteções contra perdas. Tudo pode acontecer.

Entretanto, quem investe pensando no longo prazo pode procurar formas de reduzir seus riscos. Uma das mais importantes é fazer uma análise eficiente das empresas. Utilizar a análise fundamentalista ajuda a identificar companhias com boas perspectivas para o futuro.

Assim, você pode escolher investir em ações de negócios sólidos, adotando uma estratégia para minimizar os riscos.

Avaliação do preço das ações

Uma das razões pelas quais a retomada da bolsa é vista como uma oportunidade para os investidores é porque algumas ações podem estar com preços descontados. Então, teriam maior potencial de valorização quando o mercado se recuperar.

Mas isso não significa que todos os papéis são vantajosos. Para aproveitar as oportunidades é preciso saber avaliar tanto os fundamentos das empresas quanto a relação entre o preço e o valor da ação.

Se você ainda não consegue fazer isso, o ideal é buscar mais conhecimento antes de investir. Desse modo, fica mais difícil encontrar bons resultados na retomada da renda variável. Do contrário, comprar ações seria apenas seguir a manada.

Lembre-se: dizer que há oportunidades na bolsa de valores não é igual a afirmar que tudo é oportunidade. Alguém que não consiga identificar boas possibilidades no mercado pode estar se expondo a riscos maiores sem necessariamente encontrar rentabilidades interessantes.

Conclusão

Em resumo, se você tem se perguntado se vale a pena comprar ações, considere todas as informações que trouxemos para fazer outras perguntas importantes a si mesmo. O fato de o mercado se recuperar não é suficiente para decidir sobre a compra de papéis.

É necessário pensar de forma cautelosa sobre seu perfil de investidor, seus objetivos e, principalmente, sobre os seus conhecimentos acerca da renda variável. Aí sim será possível responder com mais clareza se você deve ou não fazer aportes na retomada da bolsa!

Você tem dúvidas sobre o funcionamento e as possibilidades da bolsa de valores? Entre em contato conosco e saiba como podemos lhe ajudar!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *