Sondagem XP Empresas

Sondagem XP Empresas

A segunda rodada da Sondagem XP Empresas, realizada para acompanhar as consequências do coronavírus na economia, mostra que 59% das companhias já sentiu impacto grande ou muito grande da Covid-19 nos negócios. No último levantamento, realizado no início de março, apenas 11% relatavam esse nível de efeito. Para o futuro, 77% das companhias disseram projetar impacto muito grande ou grande. Uma mudança drástica em relação ao percebido na sondagem anterior, quando 79% esperavam que não houvesse impacto futuro ou que fosse pequeno ou muito pequeno.

Entre os efeitos mais frequentes relatados pelas empresas respondentes, vale ressaltar a redução ou adiamento da demanda (38%), a interrupção obrigatória do fornecimento de bem ou serviço (29%), seguidas do atraso de fornecedores com ou sem impacto na produção (18%).

As empresas foram perguntadas sobre quanto tempo suportariam a interrupção das atividades antes de ter problemas de caixa. 40% responderam que conseguem aguentar a paralisação por um período de 15 a 30 dias. Outros 21% calculam que resistiriam até 60 dias.

A sondagem foi realizada entre os dias 24 e 26 de março com 392 empresas, que responderam questionário online, e não houve objetivo de replicar os setores econômicos.

Resposta do governo
Sobre as medidas anunciadas até agora pelo governo, 28% das empresas entendem que não serão beneficiadas, outras 43% disseram não ter clareza sobre se serão beneficiadas ou não e outros 20% entenderam que serão beneficiados, mas não têm detalhes de como usufruir. Apenas 9% disseram que terão algum benefício e que sabem como usufruir dele.

Prevenção
Aumentou de 19% para 59% o grupo de empresas que afirmaram ter adotado ou pretender adotar medidas de prevenção ao contágio por coronavírus.

Acesse a pesquisa completa clicando aqui.

Fonte: XP Política e XP Macro Strategy

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *