Você sabe o que são ações blue chips?

Você sabe o que são ações blue chips?

O mercado financeiro classifica os papéis de empresas de diversas maneiras. Uma delas considera o valor de mercado da companhia. Nesse sentido, elas se caracterizam como ações blue chips (ou large caps), mid caps e small caps.

Você sabe como essa classificação funciona e quais são as características de cada grupo? Entender essa divisão pode ajudar o investidor a tomar decisões e avaliar melhor as oportunidades que elas oferecem.

A seguir você aprenderá o que são e quais as principais características das blue chips na bolsa de valores brasileira. Continue a leitura!

Como funciona a classificação de ações?

As ações blue chips, mid caps e small caps são divididas segundo alguns critérios estabelecidos. Normalmente, a classificação tem relação com o tamanho da empresa — ou seja, seu valor de mercado. 

Como você deve imaginar, as small caps são as ações de empresas com menor capitalização listadas na bolsa de valores. Não há uma regra para essa delimitação, mas costuma-se classificar dessa forma aquelas com valor de mercado de até R$ 3 bilhões.

Já as mid caps são um meio termo entre as small caps e blue chips. Desse modo, são empresas com mais de R$ 3 bilhões em valor de mercado. Contudo, elas ainda não atingiram o patamar das maiores empresas da bolsa.

Essa classificação não serve apenas para que os investidores conheçam a capitalização das companhias. Cada grupo possui características que podem influenciar nas decisões de compra ou venda de um investidor— além de identificação de oportunidades.

As empresas com ações consideradas small caps, por exemplo, podem ter um maior potencial de crescimento. Como elas têm menor capitalização, há mais espaço para investimentos e conquista de frações do setor do qual fazem parte.

Contudo, elas também possuem menor liquidez e maior risco. Por isso, existem investidores que preferem ter blue chips na carteira.

O que são as ações blue chips?

As blue chips também são conhecidas como large caps ou ações de primeira linha. O primeiro termo vem do pôquer: nesse jogo, as fichas azuis costumam ser as que valem mais. Por isso, esses papéis representam as empresas com maior capitalização do mercado.

Como você viu, não há uma delimitação exata para que as empresas sejam consideradas blue chips. Entretanto, existem alguns aspectos que contribuem com essa divisão, como o seu maior valor de capitalização e o alto volume de negociação na bolsa de valores.

Quais são as suas principais características?

Além de seu valor de mercado, as blue chips possuem algumas características que devem ser conhecidas dos investidores. Uma delas é a alta liquidez. Isso acontece porque os ativos apresentam um grande volume de negociações diárias.

Outra característica importante presente nas blue chips tem relação com o pagamento de dividendos. Como elas já são empresas consolidadas e com alto valor de mercado, costumam estar entre aquelas que dividem maior parte de seus lucros com os investidores.

Esse fator se deve, principalmente, à falta de necessidade de realizar grandes projetos ou reinvestimentos para crescimento. As empresas sólidas já têm resultados significativos e constantes, o que pode aumentar a divisão de seus ganhos.

As blue chips também são consideradas ações menos voláteis. Aqui é preciso fazer um adendo importante: na renda variável, sempre há riscos envolvidos nos investimentos. Dessa forma, não há garantias de que haverá valorização ou mesmo manutenção do valor investido.

Dito isso, as empresas mais sólidas e com maior capitalização também podem ser mais resilientes. Elas são menos afetadas por cenários desfavoráveis e têm menos risco de quebra. Assim, podem constar em uma estratégia de manejo de risco na bolsa.

Qual a relação das blue chips com o Ibovespa?

O Ibovespa é um índice que serve como referência da B3, a bolsa de valores do Brasil. Ele mostra por meio de pontos o desempenho das ações mais negociadas do mercado, segundo critérios específicos.

Por conta do volume de negociação, todas as blue chips negociadas no Brasil compõem a carteira teórica do Ibovespa. Porém, ela também tem outros tipos de ações em sua composição, não se limitando às large caps.

Para entender melhor como o índice funciona, é preciso conhecer sua composição. Para compor a carteira, a ação precisa:

  • ficar entre os ativos que representam 85% do Índice de Negociabilidade, em ordem decrescente;
  • ter, pelo menos, 95% de presença em todos os pregões realizados no período;
  • contar com, no mínimo, 0,1% de volume de negociação;
  • não ser uma ação com valor abaixo de R$ 1,00.

Dessa maneira, quem quer acompanhar a performance das blue chips no Brasil pode se basear no Ibovespa. A seguir, conheça algumas empresas brasileiras que são consideradas large caps:

  • Petrobras (PETR3)
  • Vale (VALE3)
  • Ambev (ABEV3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4) 

Por que considerar investir em blue chips?

Agora que você já conhece as blue chips pode estar se perguntando por que considerar investir nessas ações. Apesar da solidez dessas companhias e suas características, é importante ir além para tomar uma decisão financeira.

Aqui, é fundamental definir o seu perfil de investidor e os seus objetivos financeiros ao fazer escolhas de investimentos. De modo geral, as blue chips são mais buscadas por quem procura por investimentos de longo prazo e com foco em empresas sólidas. 

Além disso, podem ser interessantes para quem possui uma estratégia de investimento focada em dividendos. Contudo, nesse caso, também é preciso considerar o setor de atuação e o histórico de distribuição para decidir.

Quem tem como objetivo principal buscar potencial de valorização acima da média, por outro lado, pode não se interessar tanto pelas grandes empresas, especialmente no curto prazo. Afinal, as ações blue chips não costumam apresentar um potencial tão grande de crescimento — principalmente em prazos menores.

Conseguiu entender o que são as ações blue chips? Se você busca por investimentos com menor risco na renda variável e com possibilidade de pagamento de dividendos, vale a pena considerar essa alternativa. Lembre-se de sempre pautar as decisões nos seus objetivos financeiros para conseguir alcançá-los!

Ficou interessado em investir em ações? Então conte com a assessoria da Zahl para conhecer como funciona esse mercado e quais são as diversas alternativas disponíveis!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *