Você sabe quem é Warren Buffett? Conheça a trajetória do maior investidor do mundo!

Você sabe quem é Warren Buffett? Conheça a trajetória do maior investidor do mundo!

Conhecer a trajetória dos grandes investidores mundiais é uma forma interessante de se inspirar na hora de investir. Nesse sentido, saber quem é Warren Buffett significa aprender com um dos homens mais ricos e respeitados no mundo dos investimentos.

Além de ser filantropo, ele ainda é presidente e principal acionista da empresa de investimentos Berkshire Hathaway — fundada por ele. Ao longo dos anos, o sucesso e os ensinamentos de Buffett seguem marcando a vida tanto dos investidores novatos quanto dos experientes.

Neste artigo, você entenderá quem é Warren Buffett e sua trajetória, além de aprender algumas dicas que ele costuma compartilhar com investidores. Acompanhe!

Trajetória de Warren Buffett

Warren Buffett nasceu em 1930, durante a Grande Depressão, na cidade de Omaha, no Estado de Nebraska, nos Estados Unidos. É filho de um corretor da bolsa de valores americana e de uma editora de jornais.

A vida empresarial de Buffett começou com iniciativas que ele tomou para ganhar e guardar dinheiro. Desde a infância, o investidor já tinha conhecimento sobre finanças. Afinal, tinha como exemplo o trabalho do seu pai.

Uma de suas primeiras ideias foi começar a vender revistas semanais, balas e Coca-Cola para moradores próximos da sua casa. Além disso, trabalhou ainda jovem na loja do seu avô.

No início da adolescência, Buffett declarou o Imposto de Renda pela primeira vez. Com isso, conseguiu uma restituição de US$ 35,00.

Ao final do Ensino Médio, Warren Buffet já havia acumulado quase US$ 10 mil – fruto do seu trabalho e dos seus investimentos.

Primeira experiência como investidor

A vida de Buffett no mercado financeiro começou muito cedo. Inspirado pelo pai, ele teve seu primeiro contato com os investimentos ainda criança.

Na infância, Buffett leu o livro “Mil formas de ganhar US$ 1.000”, de Frances Mianker. Então, seu interesse sobre mercado financeiro aflorou. Nos anos seguintes, leu outras obras de investimentos da biblioteca particular de seu pai.

Foi nessa época que ele comprou suas primeiras ações na bolsa de valores. Todos os projetos que Buffett colocou em prática até a adolescência permitiram que ele acumulasse um montante expressivo de dinheiro em pouco tempo.

Vida acadêmica

A vida universitária do maior investidor do mundo começou em 1947, na Universidade da Pensilvânia. Dois anos depois, Warren Buffett transferiu os estudos para a Universidade Nebraska-Lincoln, onde adiantou algumas matérias e se formou em Economia em 1950.

Após a formação acadêmica, ele entrou para a Escola de Negócios de Columbia. Para isso, Buffett escreveu para uma de suas maiores influências — o economista David Dodd.

Durante o mestrado, ele também conheceu Benjamin Graham. O autor do livro “O Investidor Inteligente” e chamado de pai do value investing teve grande influência na história de Buffett, sendo um de seus principais mentores. Em um ano, Warren Buffett se formou como Mestre em Economia.

Empresa

Buffet é presidente e principal acionista da empresa de investimentos Berkshire Hathaway, fundada na década de 1960. Atualmente, a companhia detém participações em dezenas de organizações, como Coca-Cola, Apple, Visa e Kraft-Heinz.

No comando da Berkshire, Buffet aplica os conceitos de value investing e da gestão de risco para ampliar seu capital. Com isso, o investidor tem superado consistentemente os índices S&P 500 e Dow Jones ao longo dos últimos anos.

Estratégia de investimento

Com a influência de Benjamin Graham, Buffett consolidou seu estilo de investir enquanto ainda estava no mestrado. Sua estratégia consiste em analisar os fundamentos das empresas e adquirir ações por preços abaixo do que valem (abaixo, portanto, do seu valor intrínseco).

Assim, ele ajudou a popularizar o método de investimento conhecido como value investing, desenvolvido por Graham. Sua estratégia, portanto, é buscar bons negócios a bons preços.

Ele também afirma que ainda vale a pena investir em boas empresas, mesmo que elas não estejam especialmente baratas. Sua visão sobre o mercado financeiro faz de Buffett um dos adeptos da estratégia “buy and hold”.

Isso significa que ele busca boas oportunidades de negócio para o longo prazo. Dessa forma, seu foco é encontrar empresas que tenham perspectiva de resultados positivos no futuro.

3 Dicas de Warren Buffett

O megainvestidor Warren Buffett tem muito a ensinar aos investidores. Suas dicas e relatórios de investimentos costumam receber muita atenção em todo o mundo.

Conheça três dos principais ensinamentos de Buffett:

1.      Seja persistente e paciente

Para Buffett, persistência e paciência são duas virtudes fundamentais para qualquer investidor. Ele entende que o mercado precisa ser analisado com calma. Outro cuidado essencial de sua estratégia é comprar apenas ações de empresas das quais ele entenda o modelo de negócio.

Por investir em companhias com bons fundamentos, Buffett procura manter seus investimentos, mesmo quando o mercado passa por oscilações. Por isso, o investidor já viu muitos papéis caírem — e subirem novamente, recuperando investimentos com uma valorização considerável.

Está aí a importância que ele dá à paciência. Segundo o megainvestidor, quem tem visão de longo prazo não precisa se preocupar excessivamente com a volatilidade. Ela pode, inclusive, trazer oportunidades de novos investimentos.

2.      Invista em conhecimento

A próxima dica é identificar quais conhecimentos você tem e em quais pontos precisa melhorar. Lembre-se de que educação financeira é fundamental para quem deseja ser um investidor de sucesso. Como você viu, Buffett vem estudando o assunto desde a infância.

Logo, seu sucesso não saiu do nada. O mercado e as tendências de consumo estão sempre mudando. Por isso, é fundamental estar constantemente atualizado e bem informado.

3.      Não siga a manada

Uma das frases mais conhecidas de Warren Buffet é a que diz que devemos ter medo quando todos estão gananciosos e ser gananciosos quando todos estão com medo. O que isso significa?

Basicamente, ele fala sobre o efeito manada: a tendência que temos de repetir o que muitas pessoas estão fazendo. Na bolsa de valores, isso pode ser desastroso.

Na verdade, segundo o grande investidor, se muitos estão comprando determinada ação, o preço dela aumentará e é possível que deixe de ser vantajosa no momento. Em contrapartida, quando a demanda é menor, o preço fica mais baixo – e surgem oportunidades.

Agora que você sabe quem é Warren Buffett e como funciona a estratégia de investimento dele, pode se inspirar na sua história na hora de investir. Mas lembre-se de que cada investidor deve estudar e criar a própria estratégia para o seu dinheiro, de acordo com os seus objetivos pessoais.

E você, precisa de apoio para conhecer os investimentos disponíveis no mercado? Conte com uma das melhores equipes de assessores de investimentos do país. Entre em contato com a Zahl e saiba como podemos lhe ajudar!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *